55,6 mil cadastros do Bolsa Família são suspensos na Bahia

O Ministério do Desenvolvimento Social cancelou 55,6 mil cadastros do programa Bolsa Família na Bahia.

Os benefícios cancelados eram de pessoas que possuem renda superior a meio salário mínimo.

Além do cancelamento, segundo relatório divulgado pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), foram identificados 39,7 mil casos de subdeclaração. Neste caso, a CGU realizou comparação entre as rendas registradas em outras bases de dados oficiais com aquelas declaradas no Cadastro Único, a fim de identificar famílias que teriam fornecido informações inverídicas.

Os testes apontaram que, em todo o país, quase 346 mil famílias com fortes indícios de terem falsificado a declaração da informação de renda no momento do cadastro.

Em dois anos, a estimativa é que tenha sido pago até R$ 1,3 bilhão indevidamente. Nas situações em que a irregularidade ficar comprovada, após a condução de processo administrativo, serão aplicadas sanções legais, tais como devolução de valor e impossibilidade de retornar ao programa por um ano.

Do R7

Comentários