Cantor sertanejo é preso em operação contra falsificação de cigarros

Uma operação da Polícia Civil do Paraná foi deflagrada nesta quarta-feira (20) em quatro estados do país para cumprir 16 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. Um deles é contra o cantor sertanejo Rafael, da dupla Fábio e Rafael. Chamada de Operação Sem Filtro, a ação tem o apoio da Receita Federal e investiga uma quadrilha de falsificação de cigarros.

O músico foi detido em um prédio de luxo em Londrina, no norte do Paraná, e ainda não se pronunciou.

A Justiça determinou o apreensão de R$ 6,5 milhões dos bens de um dos homens envolvidos, apontado como o chefe da quadrilha e de 19 veículos que seriam utilizados pela organização. Dentre eles, um ônibus utilizado pela dupla de músicos.

O cantor sertanejo, assim como outros investigados, vão responder por crimes contra a saúde pública, organização criminosa e lavagem de dinheiro. De acordo com suspeitas do Núcleo de Repreensão a Crimes Econômicos (Nurce) da PC do Paraná, os cigarros seriam fabricados de forma clandestina, revendidos e consumidos em todo o Brasil.

(com informações da Tribuna do Paraná)