Lula diz que vai se entregar e provar sua inocência

Em discurso inflamado após a missa em homenagem a Marisa Letícia neste sábado (7), o ex-presidente Lula afirmou que a prisão dele foi decretada pela imprensa e que ele cumprirá a sentença de cabeça erguida e peito estufado. “Eles decretaram a minha prisão e eu vou atender ao mandado deles, eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece pela minha causa”, disse.

Lula reiterou que quanto mais o atacam, mais cresce a relação dele com o povo brasileiro. “Eu sou o único ser humano processado por um apartamento que não é meu. O Globo mentiu, a Polícia Federal mentiu no inquérito, o Ministério Público mentiu e quando o juiz Sérgio Moro julgou, mentiu que [o apartamento] era meu novamente”, declarou.

Lula diz que nunca irá perdoar essas pessoas por ter passado para sociedade a ideia que ele é ladrão. “Nenhum deles dorme com a consciência tranquila que eu durmo. Eu não estou acima da justiça, mas acredito em uma justiça que vota o processo baseado em provas concretas”, disse.

No discurso, ele desafiou Sérgio Moro e os juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) a provar como ele era dono do tríplex no Guarujá. “Eu apenas sonhei que era possível governar esse país sendo um metalúrgico, que era possível cuidar mais da educação do que os diplomados e concursados que já governaram esse país, eu sonhei que era possível diminuir a mortalidade infantil levando leite, feijão e arroz para as crianças comerem todo dia, eu sonhei que era possível colocar o menino preto da periferia nas melhores universidades do país”, afirmou Lula, dizendo que sonhar essas coisas foi o crime dele.

“Esse crime eu cometi, é esse crime que eles querem que eu não cometa. É por conta desse crime que existem mais de 10 processos contra mim”, disparou. Ao final do discurso, o ex-presidente assegurou que os militantes serão os dispersadores de seus ideias e que serão todos Lula a partir de agora. “A morte de um combatente não para a revolução”, falou, completando que a história irá inocentá-lo e que vai provar que os criminosos foram os juizes, os procuradores e os delegados que o encarceraram. Lula disse que sairá da cadeia maior e mais forte.

Fonte: Bahia Notícias