Fila e não marcação de consultas revolta paciente em Ipirá

Revoltado com o descaso da Saúde em Ipirá, o internauta Leonardo Carlos enviou á redação do Caboronga Notícias, mensagem de texto relatando a trajetória dos pacientes em busca de um atendimento com médico especialista em Ipirá, na manhã desta sexta-feira (15).

Acompanhe o relato.
Um paciente vai até a Secretaria de Saúde de Ipirá para marcar uma consulta e é informado que só marca com a requisição, que tem que pegar a requisição com o médico no Centro de saúde.

O paciente levanta 4 da manhã para encarar uma fila de mais de 50 pessoas pra pegar 01 das 10 senhas que são distribuídas e disputadas entre idosos e crianças. Finalmente o paciente consegue pegar a senhas, marcar e passar pelo médico que fornece a requisição para agendar a consulta com o cardiologista na Secretaria de Saúde.

Ai voltamos tudo de novo… Vamos pra fila pegar novamente a bendita senha que é disputada entre homens, mulheres, idosos e crianças que saem de casa na madrugada. Chegando lá na Secretaria por volta de 4hs da manhã já havia mais de 30 pessoas e com o passar do tempo, este número vai crescendo assustadoramente.

Quando chega o atendente para distribuir as senhas ele informa que só tem atendimento para Fisioterapia. Ginecologista e Cardiologista está suspensa a marcação e sem previsão de retorno.

Ai já viu né? A população revoltada. Isso é um absurdo! Uma palhaçada.

Onde estão as promessas políticas que iria acabar com as filas?
Desse jeito acaba mesmo. Porquê se não tem atendimento não tem fila.

Parabéns Ipirá! Se puder publicar a população de Ipirá ficara agradecido com sua colaboração.

Temendo retaliação, o internauta pediu para não ser identificado.

Caboronga Notícias com informações e foto de Leonardo Carlos

BAIXE NOSSO APLICATIVO