Joesley chorou ao chegar na cela, diz coluna

O sócio da JBS Joesley Batista chorou neste domingo (10) ao se apresentar à Polícia Federal, em cumprimento do mandado de prisão decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da Lava Jato na corte. Segundo informações da Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, o choro aconteceu no momento em que os agentes abriram as grades da carceragem da superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Ainda de acordo coma coluna, ele e o executivo do grupo, Ricardo Saud, devem ser transferidos para Brasília na próxima segunda-feira (10), em uma aeronave da Polícia Federal. 

Ipirá notícias

FREE
VIEW