Prefeito de Pé de Serra demite todos os contratados após notificação da justiça



O prefeito do município de Pé de Serra Antônio Joilson rescindiu todos os contratos temporários celebrados pela sua gestão através do decreto número 169, publicado no diário oficial da prefeitura nessa terça-feira 19 de setembro, após receber uma notificação do Ministério Público Estadual.

De acordo o decreto municipal, a 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Riachão do Jacuípe, instaurou o Inquérito Civil nº. 720.9.170325/2017 para investigar a existência de contratos de trabalhos por força da denúncia apresentada por 02 vereadores do município.

Além disso, o Ministério Público do Estado da Bahia, por intermédio da 3ª Promotoria  e o município de Pé de Serra, assinaram o termo de ajuste de conduta nº. 001/2017, o qual o município assumiu o compromisso de apresentar o quantitativo de vagas a serem oferecidas no concurso público, bem como de dar ciência a Empresa Instituto de Estudos, Pesquisa Desenvolvimento Municipal – IEPDM, com vista à retomada da realização do concurso público.

O prefeito se manifestou sofre o fato através de publicação nas suas redes sociais.

“Com a consciência tranquila de quem cumpri todas as determinações impostas pela Lei, assinei hoje o decreto que rescindi o vínculo com todos servidores temporários do município. Agradeço a cada servidor que colaborou com o serviço público de nosso município. Continuarei trabalhando com a dedicação e a seriedade de sempre na certeza de que com o apoio de cada um de vocês construiremos juntos a Pé de Serra que sempre sonhamos”, afirmou Antônio Joilson.

Sobre o ocorrido o prefeito também publicou um vídeo apresentando seus argumentos.

Fonte: VR14

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO