Trump diz que vai destruir a Coreia do Norte



Em seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU, o presidente dos EUA, Donald Trump, defendeu a sua ideia de “América em primeiro lugar”, classificou o governo da Coreia do Norte como “depravado” e afirmou que, se for ameaçado, não terá outra escolha a não ser “destruir completamente a Coreia do Norte”.

O presidente norte-americano defendeu que os países-membros da ONU enfrentem juntos os países hostis. “Se os justos não enfrentarem os perversos, então o mal triunfará”, diz.
Trump agradeceu Rússia e China por votarem a favor das sanções contra a Coreia do Norte, mas não deixou de cutucar os dois países ao afirmar que todos devem “rejeitar as ameaças contra a soberania desde a Ucrânia até o mar do Sul da China”.

Segundo a agência Reuters, o embaixador da Coreia do Norte, Ja Song Nam, deixou o recinto minutos antes de Trump começar a falar. 



Homem do foguete

Mais uma vez, Trump referiu-se ao ditador norte-coreano como o “homem do foguete” (Rocket Man), afirmando que Kim Jong-un está em uma “missão suicida para ele e seu regime”. 

“Regimes párias representados neste corpo, não só apoiam o terror como também ameaçam outras nações e seu próprio povo com as mais destrutivas armas conhecidas pela humanidade”, afirmou Trump, em clara referência à Coreia do Norte.
Fonte: Uol

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO