Agentes de Endemias de Ipirá, protestam contra corte de Adicional Insalubridade

No último dia (05), o prefeito municipal de Ipirá, Marcelo Brandão baixou um decreto suspendendo o adicional insalubridade dos servidores municipais expostos a riscos.

O mais estranho é que só nesta quinta-feira (26), foi que os Agentes de Endemias, tomaram conhecimento da publicação que tem data retroativa a 1º de outubro de 2017.

E nota enviada ao Caboronga Notícias diz o seguinte: A Equipe de Endemias de Ipirá foi pega de surpresa, com o decreto do prefeito municipal. “Nós que trabalhamos com larvicidas potentes, iremos continuar desenvolvendo as nossas atividades, mas não iremos tocar em larvicida, enquanto o gestor não suspender a portaria. Vamos fazer apena trabalhos educativos, pois não temos a cobertura para o uso do produto no controle do Aedes. Já é sabido que a cidade está sofrendo notificações de suspeita de dengue e provável que o município possa até sofrer uma grande epidemia, pois não temos como fazer o controle dos locais infestados”. Disse um dos agentes.

Vale ressaltar que a suspensão do adicional de insalubridade atinge todos os funcionários de Saúde do município. Médico, dentista, enfermeiro, Agentes de Endemias.

Por Caboronga Noticias