Alunas de uma escola municipal de Poções, no sudoeste baiano, precisaram ser levadas para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) nesta terça-feira (3). O caso ocorreu após mais de 30 estudantes ficarem expostas a uma substância conhecida como “pó de mico”, que foi jogada no banheiro feminino da Luis Heraldo Curvelo. 

Segundo o G1, esse foi o segundo caso do mesmo tipo registrado na escola em cinco dias. Relatando coceiras, as meninas, de idade entre 13 e 14 anos, foram atendidas e depois liberadas. Por conta do incidente, as aulas no colégio foram suspensas. 

Na manhã da última sexta-feira (29), em torno de 15 alunas precisaram ser encaminhadas para atendimento médico com o mesmo problema. A suspeita é que um aluno da escola tenha cometido a infração. O caso é apurado pela secretaria de educação do município.

Por Bahia Noticias

Compartilhe nas redes sociais!