Ipirá está entre os sete municípios na Bacia do Jacuípe em alerta de surto da dengue, chikungunya e zika

O Ministério da Saúde divulgou um levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) de 2016, feito pelo órgão em conjunto com os municípios. Dos 15 municípios pertencentes ao Território da Bacia do Jacuípe, foi feito um levantamento em 13, ficando 7 em risco, 5 em alerta e apenas São José do Jacuípe com nível satisfatório.

O município com maior probabilidade de surto é Várzea da Roça que alcançou 13,1 pontos do IPP (Índice de Infestação por Aedes aegypti).

DENGUE – O Brasil registrou, até 22 de outubro, 1.458.355 casos de dengue. No mesmo período de 2015, esse número era de 1.543.000 casos, o que representa uma queda de 5,5%. Considerando as regiões do país, Sudeste e Nordeste apresentam os maiores números de casos, com 848.587 casos e 322.067 casos, respectivamente. Em seguida estão as regiões Centro-Oeste (177.644), Sul (72.114) e Norte (37.943).

CHIKUNGUNYA – No país, foram registrados 251.051 casos suspeitos de febre chikungunya, sendo 134.910 confirmados. No mesmo período, no ano passado, eram 26.763 casos suspeitos e 8.528 confirmados. Ao todo, 138 óbitos registrados pela doença, nos estados de Pernambuco (54), Paraíba (31), Rio Grande do Norte (19), Ceará (14), Bahia (5), Rio de Janeiro (5), Maranhão (5), Alagoas (2), Piauí (1), Amapá (1) e Distrito Federal (1).

ZIKA – Foram 208.867 casos prováveis de febre pelo vírus Zika em todo o país, até o dia 22 de outubro, o que representa uma taxa de incidência de 102,2 casos a cada 100 mil habitantes. Foram confirmados laboratorialmente, em 2016, três óbitos por vírus Zika no país. Em relação às gestantes, foram registrados 16.696 casos prováveis em todo o país.

Não foram divulgados dados do levantamento realizado nos municípios de Gavião e Serra Preta. Confira aqui a lista de municípios brasileiros.

Do CN com informações e foto do Bacia do Jacuípe

BAIXE NOSSO APLICATIVO