Protestos marcam um ano do incêndio do Mercado de Artes em Ipirá

Estão programados para acontecerem desta terça e quarta-feira, protestos passíficos que marcarão a passagem do primeiro ano do incêndio que destruiu parcialmente o Mercado de Artes de Ipirá e que acabou com a sua interdição por tempo indeterminado.

O sinistro aconteceu na noite de terça-feira, 212 de novembro a gestão do então prefeito Jota Oliveira. Relembre o caso:

Um incêndio de grande proporção atingiu o Mercado de Artes de Ipirá (a 200 km de Salvador) na noite desta terça-feira, 22. O fogo destruiu diversos estabelecimentos do local, como restaurantes e lojas de produtos artesanais.

Ninguém ficou ferido, já que o local estava vazio quando as chamas começaram.
Moradores tentaram debelar o fogo, segundo o site Itambé Agora. Homens do Corpo de Bombeiros de cidades vizinhas participaram do combate ao incêndio.

Uma equipe de artesãos liderada pelo senhor Júlio estará na sessão da Câmara Municipal nesta terça-feira (21) a partir das 10h, com o intuito de pressionar os vereadores com relação ao grave problema vivido pela categoria e na quarta-feira (22), o grupo estará fazendo um ato público em frente ao Mercado de Artes na Praça José leão dos Santos, onde será servido um bolo aos presentes como forma de protesto de um ano da tragédia.

Por Caboronga Notícias