Após inundações, governo decreta situação de emergência em Vitória da Conquista

Por conta dos estragos causados pela chuva em Vitória da Conquista neste início de ano, o governador Rui Costa (PT) declarou situação de emergência por 90 dias nas áreas afetadas pelo município. A decisão, publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (23), homologa o decreto já feito pelo prefeito Herzem Gusmão (PMDB), no dia 4 de janeiro. No entanto, a determinação municipal é válida por 180 dias, sob a justificativa de que a cidade “não conta com um sistema eficiente de drenagem e, por esta razão, os danos causados pelas enxurradas são expressivamente amplificados”.

De acordo com o texto, o governador considerou as informações passadas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec) e também os “danos decorrentes das inundações que estão a afetar as atividades econômicas e a atingir a população do município”. As tempestades que acometeram Vitória da Conquista nos primeiros dias do ano alagaram ruas, arrastaram carros e derrubaram árvores. A sede da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), na Rua Siqueira Campos, precisou suspender o atendimento, pois a chuva danificou a estrutura física e equipamentos da loja.

Do Bahia Noticias