Feirense entra na brincadeira ‘Que tiro foi esse?’ e cai nas principais ruas do centro da cidade



A brincadeira dos memes com a música “Que tiro foi esse?” da funkeira carioca Jojo Todynho chegou a Feira de Santana. Muitas pessoas têm brincado com a situação nas redes sociais e estão postando vídeos engraçados. O refrão: “Que tiro foi esse? Que tiro foi esse que tá um arraso?” já virou um chiclete nos ouvidos das pessoas e um vídeo feito nas principais ruas da cidade, protagonizado pelo feirense Alan Bruno Freitas Miranda, de 29 anos, conhecido como ‘Barro’, morador do Conjunto Feira X, viralizou nas redes sociais.

O rapaz cai nas principais ruas do centro da cidade, como Avenida Senhor dos Passos e Avenida Getúlio Vargas, nas faixas de pedestres, no momento em que os carros param nas sinaleiras e as pessoas atravessam as ruas. Alan contou à reportagem do Acorda Cidade que a brincadeira foi feita na última segunda-feira (15). A ideia foi de um casal de amigos que o convidou por saber que ele com certeza toparia realizar tal feito.

O curioso é que Alan nem conhecia a música e nem sabia dos memes que estão circulando pelas redes.

“Eu sou um cara extrovertido e acho que eles me chamaram por isso. Acham que eu sou um palhaço. Na verdade, eu não conhecia a música e nem tinha visto os outros vídeos. Minha esposa que sempre me mandava ver. Mas, eu nunca parei. Aí esses amigos me falaram assim: “Véi”… Tem um vídeo que é pra você cair no chão tipo imitando que tomou um tiro. Eu falei: Certo! Bora! Onde vai ser?”.

E assim foi Alan cair pelas ruas de Feira de Santana. Segundo ele, as pessoas que atravessavam as faixas pareciam não entender muito a brincadeira e a princípio ficaram assustadas. “Alguns pedestres falavam assim: ‘Rapaz, o cara caiu igual a uma jaca. Tinha gente que encostava perto de mim, mas quando eu abria os olhos se afastava”, acrescentou.

O feirense conta ainda que apesar da brincadeira ter sido divertida e engraçada, ele sabia que tinha riscos de ser atropelado e de algum veículo invadir as faixas. Houve uma tentativa de gravar o vídeo no shopping, mas os seguranças impediram o grupo de produzir o material. O jeito foi ir para o centro da cidade e assumir as consequências.

“Como eu sou gordo, eu tenho meu ‘airbag’ natural. Não tive medo de cair. Não me machuquei. Mas, teve uma hora que quase um ônibus me pega. Quando eu quis brincar sabia que era perigoso. Mas graças a Deus, não aconteceu nada pior. Carro não mata sapo né?”, brincou.

Alerta

Risos e brincadeiras à parte, é importante que as pessoas não fiquem por aí caindo à toa pelas ruas da cidade. É bom ter atenção para que o momento engraçado não se torne uma tragédia. O ideal é brincar e dançar ao som da música em um local mais seguro. O próprio Alan recomenda: “Brinquem, mas com muito cuidado!”.

Polêmica

Nos últimos dias, a música “Que tiro foi esse?”, também foi alvo de polêmicas e gerou comentários de que o refrão incitava o crime e o uso de armas de fogo. A cantora Jojo Todynho usou as suas redes sociais e explicou que o bordão se refere ao mesmo significado que “chamar a atenção”, “lacração” e “estar bonito”. O termo é muito popular e muito falado em comunidades do Rio de Janeiro.

Fonte: Acorda Cidade

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO