Pilotos brigam e abandonam cabine do avião em pleno voo



Dois pilotos da companhia aérea Jet Airways, da Índia, foram afastados de suas funções porque teriam protagonizado uma briga em pleno voo e, logo em seguida, deixado a cabine com o avião em modo de piloto automático, mas a empresa garantiu, em comunicado, que tudo não passou de um “mal-entendido” que foi resolvido “rapidamente e de forma amigável”.
Segundo a Jet Airways, o “mal-entendido” aconteceu entre o copiloto e a piloto da cabine de comando no dia 1º de janeiro, em um voo entre Londres e Mumbai, e ambos foram suspensos enquanto o incidente está sendo investigado.
O Conselho Geral de Aviação Civil da Índia (DGCA, na sigla em inglês) suspendeu a licença de ambos.

Segundo o jornal “Times of India”, o copiloto supostamente agrediu a piloto da aeronave com um tapa após uma discussão e ela deixou a cabine com os olhos cheios de lágrimas.
Em seguida, o copiloto seguiu a colega, deixando o avião – com 324 passageiros – em modo de piloto automático. Os dois voltaram a discutir, mas retornaram à cabine para fazer a aterrissagem em Mumbai, segundo o jornal.
O incidente chegou a ser tema de discussão no parlamento indiano. O ministro de Aviação Civil, Ashok Gajapati Raju, ordenou uma investigação sobre o ocorrido.

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO