Vereador denuncia negligência médica na UPA e no Hospital de Ipirá



O vereador de Ipirá, Laelson Neves (PMDB) esteve com a nossa Sucursal Chapada nesta manhã de quarta-feira (31), para denunciar o descaso com a saúde pública na UPA e no Hospital da cidade. De acordo com o parlamentar a senhora Maria de Jesus, de 46 anos, ficou cega do olho esquerdo por falta de atendimento na UPA e que o fato será levado ao conhecimento do MPE (Ministério Publico Estadual) e ao Conselho Regional de Medicina.

O edil também lamentou a morte da gestante que não teve atendimento adequado na saúde pública do município.

“Duas gestantes do São Roque, deram entradas no Hospital de Ipirá, na última semana, e infelizmente não foram atendidas com a devida atenção, a dona de casa Jacira veio a óbito e a segunda gestante continua internada em estado grave com hemorragia.

Estão matando nosso povo. O prefeito Marcelo Brandão tem obrigação de verificar o que está acontecendo com a UPA e com a saúde pública do nosso município ”, disse.

O edil acusa um dos médicos da UPA de ter sido negligente e de ter agido com descaso no atendimento no último dia 05 de janeiro. Laelson Neves relatou que foi procurado por familiares da paciente que feriu o olho em uma árvore e depois de ser atendida da UPA, continuava sentir fortes dores.

A senhora disse ao edil, que o médico passou apenas um colírio e mandou que a mesma retornasse para casa.

O vereador acompanhou a senhora até a cidade de Feira de Santana, no último dia 26 de janeiro, para uma avaliação com um especialista oftalmologista, de lá, a senhora precisou ser encaminhada com urgência para o HGE em Salvador, para retirada do olho.

De acordo com um áudio enviado pelo esposo de Maria Jesus, a alegria de sua companheira desapareceu do seu rosto e que a senhora não quer falar com ninguém, pois a tristeza tomou conta após o fato ocorrido.

O esposo da dona Maria relatou no áudio que a sua esposa perdeu o olho esquerdo por falta de atendimento adequado na UPA. “Vamos processar todas as pessoas que negligenciaram no atendimento”, desabafou o esposo. O vereador relatou que o oftalmologista que atendeu a senhora em Feira de Santana, disse que por causa da demora no atendimento o olho esquerdo de dona Maria Jesus começou a se atrofiar.

O edil disse que a senhora vai receber um olho artificial. Uma proteste será colocada para que ela possa viver esteticamente melhor.

Por Cristina Villarino/Caboronga Noticias

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO