Barreiras: homem despeja água quente na cara da esposa após ela chegar tarde em casa

Um morador do povoado do Acaba Vida, na zona rural de Barreiras, despejou um caldeirão com água quente na esposa enquanto ela dormia na varanda de casa.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, de 22 anos, convivia com o primo, de 18 anos. Informações preliminares publicadas no G1 apontam que a mulher chegou em casa na madrugada do domingo (18) e o companheiro não abriu a porta.

 Pela manhã, enquanto ela dormia na varanda, ele jogou o caldeirão com água quente sobre o rosto e o corpo da mulher. As queimaduras atingiram 20% o corpo da vítima e o acusado fugiu sem prestar socorro.

 O delegado Leonardo Mendes, que investiga o caso, disse que a vítima foi socorrida por vizinhos e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município de Luís Eduardo Magalhães (LEM), onde também foi ouvida pela polícia.

 No último ano foram registrados, apenas em LEM, 180 casos de violência contra a mulher. Os dados são do Programa Borboleta, mantido pela prefeitura local.