Feira: Homem morre e outro é internado com ‘calazar’ em distrito de Maria Quitéria



 

Um homem morreu vítima de leishmaniose visceral, doença denominada de calazar, em Feira de Santana. Outro homem, de 44 anos, segue internado nesta quinta-feira (1°) com a mesma enfermidade no Hospital Geral Clériston Andrade. Segundo a TV Subaé, a vigilância epidemiológica local informou que o paciente internado representa o segundo caso na região neste ano. O homem que veio a óbito morava no distrito de Maria Quitéria, local considerado de risco para a doença. Conforme especialistas, a leishmaniose não é contagiosa, nem é transmitida diretamente de uma pessoa para outra.

Também não é transmitida de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A enfermidade é transmitida apenas pela picada do “mosquito palha” fêmea. No distrito, moradores estão preocupados com a grande quantidade de cães que vivem por lá. Os cachorros são hospedeiros do protozoário que causa a doença. Quem se acomete da leishmaniose visceral tem como principais sintomas febre alta com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado.

Do Bahia Noticias

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO