Ipirá: 7 anos sem Delorme Martins



Na manhã do dia (04) de fevereiro de 2011, falecia em Ipirá, o médico e ex-prefeito de Ipirá, Delorme Martins da Silva, 92 anos vítima de insuficiência cardíaca. Delorme foi a maior expressão política dos últimos tempos no Município, homem que conseguiu agregar até os mais ferrenhos adversários políticos da sua era.

Nascido em 1918, no município de Baixa Grande, Delorme foi criado em Macajuba, onde realizou os estudos iniciais. Antes da adolescência, mudou-se para Salvador, a fim de completou seus preparatórios. Ingressou na Faculdade de Medicina da Bahia e realizou o curso médico. Ainda estudante, foi um dos fundadores da União Nacional de Estudantes (UNE).

Iniciou a vida profissional em Ipirá, trabalhando com seu pai, também médico e clínico de renome. Naquela época imperava no meio rural a figura do “médico de família” e nos pequenos centros urbanos o chamado “médico da cidade”.

Alguns anos depois, em 1946, Dr. Delorme fundou, com Dr. Elziro Macedo, a primeira Clínica de Ipirá (Clínica Santa Helena). “Nossa idéia era a de não precisar mandar tanta gente para os hospitais de Feira de Santana e Salvador” – explicou o Dr. Delorme. A clínica funciona até hoje, e estima-se que já tenha atendido pelo menos 100 mil pacientes e realizado mais de 15 mil partos (Fonte citada).

Ingressando na vida política, foi eleito Prefeito de Ipirá, em 1962. Durante o período de exceção foi preso duas vezes, uma em Salvador e outra em Feira de Santana. Indagado sobre o assunto, declarou: “Fui de esquerda, fui socialista.”

Em 1975, trouxe de São Paulo dois médicos: seu filho (Luiz Carlos Martins) e seu genro (Roberto Cintra), os quais além de auxiliá-lo na Clínica Santa Helena, governaram a cidade, como prefeitos eleitos, nos anos de 1982 a 1986 e 1997-2004.

Em 1995 sofreu um enfarto agudo do miocárdio, sendo revascularizado em São Paulo. Ao regressar para Ipirá, a cidade o recebeu com uma grande festa, festa que emaciou seus amigos e conterrâneos.

Emocionado, o filho e médico Luis Carlos Martins encaminhou a redação do CN a seguinte nota: Jorge bom dia,obrigado pela lembrança e registro no seu conceituado site do aniversário da morte do meu pai, e a certeza que o seu amor a Ipirá, seu exemplo como médico, político e acima de tudo como cidadão possam servir de parâmetros para as próximas gerações. Como filho além do orgulho de tê-lo como pai procuro dar continuidade ao seu trabalho tendo a certeza da grandeza do mesmo e que estará sempre no coração daqueles que amam verdadeiramente nossa terra.

Caboronga Notícias com informações do Blog Médicos Ilustres da Bahia e de Sergipe

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO