Luminária no calçadão de Ipirá está com a lâmpada queimada há cerca cinco messes

Na contramão das postagens de propagandas da atual gestão, Ipirá a cada dia desce mais um degrau na escada do abandono. A população lembra muito bem das criticas em que um certo radialista tecia contra as gestões passada, que por várias vezes batia com a mão na mesa ao atender um ouvinte que ligava para radio à reclamar de uma lâmpada queimada na sua rua. Na época, ele dizia que era “uma vergonha” para os gestores, já que uma ‘lâmpada custava 30 reais’ e a prefeitura arrecadava cerca de R$10 milhões por mês.

É uma pena que o tempo passou e aquele radialista que tudo via já não existe mais. Pois em pleno Calcadão Central de Ipirá, mais precisamente em frente a Farmácia Santana, existe uma lâmpada queimada a cerca de 5 meses e nenhuma providência tomada pela gestão do prefeito Marcelo Brandão. O tempo passa, a vida muda, e as pessoas também. Como seria a reclamação daquele radialista hoje?

Vale ressaltar que a partir das 22:30hs, após o fechamento da farmácia, o local fica parcialmente escuro e acaba diminuindo a segurança, principalmente dos alunos universitários que ali transitam após chegarem de Feira de Santana depois da meia noite.

Lembrando que a licitação para iluminação publica foi no valor de R$2.840.000,00 (dois milhões oitocentos e quarenta reais). Esse contrato foi firmado em outubro de 2017 com a empresa LUMINAR SERVIÇOS E EMPREENDIMENTOS – ME (Veja aqui).