Prefeitura de Ipirá pode está sendo vítima do golpe dos “100 melhores do Brasil”

Seis messes depois, a prefeitura de Ipirá é novamente avaliada pela empresa UBD (União Brasileira do Municípios), como sendo um dos ‘100 melhores municípios do Brasil’ nos quesitos; assistência social, transparência pública, educação, saúde, infra-estrutura e responsabilidade fiscal. Desta vez, diferente da 45º posição obtida em setembro de 2017, o município de Ipirá melhorou no ranking e agora ocupa a 22º posição entre todos outros 3.920 municípios pesquisado pela empresa, conforme imagem abaixo publicada no Facebook pelo prefeito Marcelo Brandão.

Parece bom, não é mesmo? Só que não. A pesquisa é um tanto quanto duvidosa, pois até mesmo um dos prefeitos mais mal avaliando do Brasil, Marcelo Crivela do Rio de Janeiro, aparece estranhamente no ranking ocupando o 6º lugar. Em uma rápida pesquisa na internet é possível perceber que esse mesmo instituto acumula suspeita nos números apresentado em diversas prefeituras Brasil a fora.

De acordo com informações divulgada na internet pelo jornalista pernambucano, Madson Vagner, a  UBD incluiu na relação de premiação dos ‘100 melhores prefeitos do Brasil’ gestores com diversos processos, desmandos administrativos e até mesmo prefeitos cassados. Entre as premiações acusadas de carência de credibilidade estão: O troféu JK, Gestor nota 10, a Medalha Brasil-Suíça em educação e Qualidade Total e o Prêmio Sustentabilidade Social. A UBD também é acusada de fazer parte das indústrias de vendas de prêmios, realizadas através de várias propostas de ‘pacotes’ de premiações, encaminhadas aos entes de todo o país.

“A suspeita de fraude diga-se de passagem é bem elaborada com intuito de lesar prefeitos que buscam popularidade e enganar a opinião pública com um diploma embasado em uma pesquisa sem metodologia nenhuma. A U.B.D. (União Brasileira de Divulgação) inicia sua fase organizacional fazendo uma triagem e colhendo os e-mails institucionais das prefeituras ou e-mails similares, a partir de então a empresa tenta entrar em contato enviando um e-mail para notificar as gestões sobre a suposta premiação.
Para dar mais ênfase e importância ao prêmio o Instituto coloca o gestor entre os 100 melhores gestores do Brasil aguçando a vaidade de quem realmente acreditou ser merecedor de tal.” Disse o jornalista.

Ainda segundo Marson Vagner, “o golpe é sempre o mesmo, o gestor que se sentir agraciado com o prêmio só receberá o mesmo se desembolsar cerca de R$ 1,980 reais para comparecer em um evento em Recife, ou então caso não possa comparecer ao mesmo desembolsar o valor de R$ 680 reais para receber o certificado via correios. No site do instituto (acesse aqui) pode se ver o amadorismo, a começar pelo layout do site, totalmente fora dos padrões CSS abusando de iframes, com a aparência de ter sido “feito a facão”. Só há 03 opções, no menu, clicando na opção Contato o usuário é direcionado para uma página com a seguinte frase: Fale Conosco!!! Divulgue o Seu Município Enviando Fotos; fone 81 98809951 e email. [email protected] dando a entender que qualquer gestão que queira ser divulgada pode ganhar destaque ainda que esteja atolada em fraudes”. Completa o jornalista.

Em setembro de 2017, quando houve o primeiro episodio, entramos em contato via WhatsApp (veja aqui) com o numero informado no site da empresa União Brasileira de Divulgação – UBD, fingindo ser um prefeito interessado em obter um certificado semelhante ao divulgado pelo gestor de Ipirá. Logo no inicio da conversa, a pessoa que atendeu demostrou desconfiança, porém, não demorou muito pra ele entrar em detalhes sobre os preços do certificado. Segundo ele, pelo documento é cobrado o valor de R$ 1.980,00 para receber a certificação em Recife, durante um evento organizado pela própria empresa. Esse valor ainda daria direito a duas diárias paga em um hotel que fica a critério da empresa, e caso o interessado opte pelo recebimento do certificado via sedex, seria cobrado o valor de R$780,00, conforme imagem abaixo.

 Na época, o homem também nos informou que diversas cidades da Bahia participaram da premiacão. Entre elas estão as cidades de Conceição do Coité, Serrinha e Juazeiro.

Pesquisando o CNPJ da empresa (03.082.860-0001-00) junto à Receita Federal é possível identificar que a mesma foi registrada no ano de 1999, e está localizada na Rua 4, casa 12, número 165, no município de Paulista/PE. Usando o nome social ‘F VIEIRA DA CUNHA ME’, a empresa está ligada a serviços de hospedagens e armazenamento de dados na internet.

Em uma rápida pesquisa no Google Maps, no endereço da empresa informado na Receita Federal não é possível identificar a existência da mesma.  No local, existe um condomínio residencial de nome “Residencial Porto Seguro”, conforme imagem abaixo.

Por ipiranoticias.com