Ações de Lula podem sair das mãos de Moro e do TRF-4

Ações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva podem sair das mãos do juiz federal Sérgio Moro e do Tribunal Federal Regional da 4ª Região (TRF-4) e serem distribuídas para a Justiça de São Paulo.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, a alternativa foi aberta após decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que tirou de Moro os trechos da delação da Odebrecht que citam Lula. Agora, a declaração de incompetência de Moro nas ações sobre o sítio de Atibaia e a compra de um terreno para o instituto Lula poderão sair das mãos deles.

O Tribunal de Justiça de São Paulo terá que abrir inquérito para apurar as menções a Lula na delação da Odebrecht. Nos recursos, os próprios advogados do ex-presidente afirmam que Moro reconheceu que não havia vínculo direto entre o dinheiro gasto pela OAS na reforma do imóvel e contratos da Petrobras.