A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recorreu nesta sexta-feira (6) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar impedir sua prisão. O relator do pedido é o ministro Edson Fachin.

Segundo os advogados, a prisão não poderia ter sido decretada pelo juiz Sérgio Moro antes de esgotados todos os recursos no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).


Compartilhe nas redes sociais!
Tag