José Ronaldo renuncia cargo de prefeito e vai ser candidato ao Governo do Estado

O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, anunciou oficialmente que será candidato ao Governo do Estado da Bahia nas eleições 2018. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa realizada na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) na manhã deste sábado (7) e contou com a presença de várias autoridades como vereadores, secretários, ex-prefeitos e deputados acompanham o discurso do prefeito José Ronaldo.

Na tarde de ontem (6) já circulava na imprensa de Salvador a notícia sobre a saída de José Ronaldo da prefeitura de Feira para ser candidato ao governo do estado, após a desistência do prefeito de Salvador ACM Neto, que era postulante a disputar o cargo. Com a renúncia de Ronaldo, o vice-prefeito de Feira, Colbert Martins Filho, assume o comando da cidade a partir de hoje.

Em discurso, José Ronaldo afirmou que assim como a decisão de ACM Neto foi difícil, a dele também foi. Ele citou as diversas conversas e reuniões para se chegar a uma definição e ressaltou que a decisão definitiva foi tomada nos últimos momentos. “Esses últimos três dias foram extremamente tensos. Confesso que praticamente não dormir”, afirmou.

O prefeito de Salvador, ACM Neto, presente no evento, destacou que José Ronaldo está preparado para essa candidatura e para assumir o governo da Bahia. Ele falou sobre a trajetória política do gestor feirense e disse que Ronaldo pode sair da prefeitura de Feira com a sensação de dever cumprido.

“Eu disse: ‘Zé agora é sua hora, você se preparou para isso’. Um homem cuja trajetória política é irretocável, ninguém pode falar nada sobre ele. A biografia dele é de um homem honesto. A Bahia precisa de um governador que fale menos e faça mais, que faça menos propaganda e trabalhe mais, que tenha pulso para resolver o problema do crescimento da violência e da criminalidade, que faça pela capital, mas também pelo interior. Ronaldo teve a oportunidade de cumprir quatro mandatos como prefeito de Feira e não tem mais nada a provar a população. Todos os serviços e ações ele já realizou e pode deixar a prefeitura com o sentimento de dever cumprindo. Essa ainda não é a mesma situação que a minha, que estou no meu segundo mandato”, afirmou em discurso.

Neto aproveitou a oportunidade para justificar mais vez a decisão de permanecer a frente da prefeitura de Salvador, abrindo mão de ser candidato ao governo da Bahia, cargo que ele diz ter muita vontade de assumir futuramente.

“Hoje talvez eu tenha a oportunidade, através de Feira de Santana, para conversar com todos os municípios baianos. Há alguns meses esse grupo político vivia um momento de reflexão para definir o melhor projeto para 2018. Sempre sentir muito honrado, pois o meu nome era apontado em conversas do nosso grupo como preparado para disputar o governo. Pensei muito sobre essa possibilidade, mas conversei com Deus e ouvi meu coração para entender que esse ainda não era o meu momento. O meu dever principal em 2018 é continuar o trabalho em Salvador”, destacou.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

BAIXE NOSSO APLICATIVO