Funcionária denuncia péssimo estado de funcionamento da Biblioteca municipal de Ipirá

Funcionando precariamente num local inadequado, falta tudo na Eugênio Gomes. Não tem sala de leitura, a internet precária (frequentadores usam cedida por um comerciante que fica próximo), os computadores são obsoletos, os aparelhos de ar-condicionado não existem, as cadeiras são inadequadas e, por falta de manutenção, o cupim estaria tomando conta do local não fosse a ação dos poucos funcionários. As portas de vidro da biblioteca precisam ficar abertas por falta de climatização no local. Pelo desejo manifesto da secretária, que é professora, a Biblioteca Eugênio Gomes já teria sido fechada.

Conselho de Biblioteconomia

Em recente vistoria à Biblioteca Eugênio Gomes, o Conselho Regional de Biblioteconomia fez um levantamento da situação das instalações e, em breve, deve emitir um parecer sobre o quadro atual do local e funcionamento.

Um ato de constatação foi lavrado e assinado pela funcionária que responde pelo setor, apesar de ferir a Lei 4.084/62, que exige direção de um profissional formado em Biblioteconomia. No caso, a funcionária seria Mônica Freitas que esteve afastada por problemas de saúde, mas que é considerada desafeta pela administração.

Fonte: Tudo News