PM é assassinado ao tentar proteger duas pessoas vítimas de assalto em Feira de Santana

O policial militar Wagner Silva Araújo, de 27 anos, lotado na 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (67ª CIPM), foi assassinado com um tiro no peito na madrugada desde sábado (16), na Rua Uberlândia, transversal com Rua dos Maias, bairro São João em Feira de Santana.

Ele saía de uma festa próximo ao local do crime, quando percebeu que duas pessoas estavam sendo assaltadas. O PM reagiu ao assalto, foi baleado e morreu no local.

Segundo o delegado Roberto Leal, coordenador regional da Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 4h30 da manhã. O policial estava dentro do carro, indo para casa, quando viu o assalto e trocou tiros com os criminosos.

“Estamos colhendo as informações para prosseguir as investigações. Ele entrou na polícia em 2015. Um policial jovem e um crime que deixa todos consternados”, afirmou.

O coronel Luziel Andrade, comandante do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), lamentou a morte do policial e informou que no local onde aconteceu o crime não há câmeras de segurança. Ele frisou que a polícia clama por um melhor serviço, profissionalismo porque também é parte da sociedade.

“A gente trabalha para que essas coisas não aconteçam. Mas, infelizmente ele foi alvejado. Vamos agora apoiar a família e buscar identificar a autoria”, declarou

O CPRL emitiu uma nota lamentando a morte do PM Wagner Silva Araújo. Leia a nota na íntegra:

O Comando de Policiamento da Região Leste sente com muito pesar a morte de um membro do seu efetivo, o Sd PM Wagner Souza de Araújo, que era lotado na 67 CIPM/Feira de Santana, morto nesta madrugada (15.06), quando saía de uma casa de show em Feira de Santana e houve um roubo, tendo este reagido, sendo atingindo e morto por por dois criminosos, que evadiram. As providências para o total esclarecimento e punição dos autores desta triste ocorrência já estão sendo adotadas, e em breve teremos a identificação dos mesmos. Conclamo a região leste para que apoie em oração os familiares e amigos enlutados.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.