Cinco municípios baianos registram mais eleitores do que habitantes. Segundo levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), as cidades que estão nesta condição são pela ordem: Maetinga, no sudoeste; Serra Preta, na Bacia do Jacuípe, Lajedão, no extremo sul; Potiraguá, no Médio Sudoeste e Ribeirão do Largo, também no sudoeste.

Segundo o Correio, os dados divulgados pela CNM tem como base a estimativa populacional registrada pelo IBGE, além do número de eleitores somados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no último dia 31 de maio.

Em Maetinga, são 6.736 votantes, um terço a mais do que os moradores que são 4.456 pessoas. Por isso, o município é o quarto do país e o terceiro do Nordeste entre os com maior diferença entre eleitorado e população.

Já Serra Preta, segundo no estado, fica na 14ª posição nacional. São 905 eleitores a mais em relação aos 16.036 moradores. Segundo o presidente da CNM, Glademir Aroldi, no país são 231 cidades com mais eleitores do que habitantes.

Os dados, segundo ele, mostram o fato de que relação das pessoas com os lugares de origem, ou seja, elas deixam suas cidades, mas continuam participando das eleições.

Outra questão levantada é que, para Aroldi, o IBGE subestima as populações reais dos municípios, situação que sofre queixas de prefeitos.

Com informacões do Bahia Notícias

Compartilhe nas redes sociais!