Raimundo Sodré faz retrospectiva de sua carreira e da importância da MASSA na musica brasileira

Prestes a completar 71 anos, o cantor e compositor ipiraense Raimundo Sodré, em entrevista faz uma trajetória na sua vida artística e conta como surgiu A MASSA, um dos maiores fenômenos musicais dos anos 80 que o projetou artisticamente para o mundo.

Pensando em homenagear este ilustre cantador do Camisão, o Caboronga Notícias, traz essa reportagem contando um pouco da vida artística de Raimundo Sodré.

Foi, o Samba-Chula, nos últimos tempos, descoberto em toda a sua beleza. Batido na palma de mão, ele ecoa poderoso em todos os recantos dessa nova velha Bahia. Um dos autênticos mestres dessa música apaixonante é Raimundo Sodré, um artista que trás a chula no sangue. Nascido em Ipirá no interior da Bahia, em 23 de julho de 1947, é filho de Anacleto Pereira Sodré, maquinista da Leste Brasileira, e de Laura Rosa Brandão, artesã de renda de bilro e crochê. Seu pai, da cidade de Santo Amaro da Purificação, sua mãe, de Mundo Novo.

As primeiras músicas que tocou foram as chulas que ouvia em Ipirá, depois o samba-canção “Tudo de Mim”, sucesso cantado por Altemar Dutra, cuja voz Sodré muito admirava. Sempre tocando e cantando, ele cumpriu os estudos básicos, até entrar no tradicional Colégio Central da Bahia, um dos centros da intelectualidade estudantil baiana nos complicados anos sessenta.

Em junho de 1979, ele apresenta na Cocha Verde, no morro da Urca, ao lado da cantora Tânia Alves, o show “Raimundo Sodré e Tânia Alves”. Logo depois, a grande notícia: “A Massa”, havia sido escolhida pelos produtores da Polygram para participar do festival MPB 80. Realizado pela Rede Globo de Televisão. Assim, nos primeiros dias do mês de setembro, Sodré assina um contrato para a realização de três discos com a gravadora, e entra no estúdio para preparar as músicas de seu futuro primeiro LP.

Em abril de 1980, “A Massa” é classificada com aclamação na segunda eliminatória do festival. Com o sucesso imediato que a música alcança, fazendo o nome de Raimundo Sodré conhecido em todo o país, a gravadora não perde tempo, e coloca no mercado o LP “Massa”, o seu primeiro disco. Segundo contam, a altíssima vendagem que o disco alcançou, tirou a gravadora do vermelho.

Por Caboronga Notícias com informações da biografia do artista.