Repleta de muito lixo e abandono, uma das mais belas praças e também ponto turístico de Ipirá, a Praça Roberto Cintra hoje é retrato do descaso do poder público municipal e motivo de tristeza dos ipiraenses que visitam o espaço. O local que é palco de práticas esportivas e opção gratuita de lazer da população, está totalmente esquecido, entregue ao vandalismo que se aproveita da falta de vigias no local para destruír o patrimônio público.

A falta de manutenção acabou com toda grama verde que cobria o chão e, consequentemente, levou a imagem de uma praça cheia de vida. Hoje, o chão está abarrotado de folhas secas que caem das arvores e ficam por lá até que algum funcionário da limpeza pública apareça no local para remove-las. Até mesmo os brinquedos das crianças que recentemente foram requalificados já não existem mais no local.

A praça que recentemente ganhou um ponto de apoio da Polícia Militar com a promessa de proporcionar mais segurança para os visitantes, foi construída para que as pessoas pudessem ter um lugar bonito e agradável, um ambiente onde as famílias conseguissem se reunir para conversar e se confraternizar, mas, infelizmente, a falta de cuidados com a praça está afastando as famílias do local.

Vale ressaltar que outras praças de Ipirá estão na mesma situação ou ainda pior. A exemplo disso está a praça Duque de Caxias “Puxa” que teve uma obra de requalificação iniciada em abril de 2017, com a promessa de ser entregue à população no mês de novembro do mesmo ano. No entanto, prestes a completar um ano após o prazo dado para entrega, a obra ainda perece está na fase inicial.

Veja algumas imagens da Praça Roberto Cintra registradas no último sábado (11).

Por Ipirá Notícias com imagens de Orlando Santiago