Loja Maçônica de Ipirá cobra resposta sobre o assassinato do morador de rua Fabiano

A Loja Maçônica Segredo e Fraternidade de Ipirá, preocupada com a crescente onda de violência no município, encaminhou um Ofício a Delegacia de Policia de Ipirá, onde seu Venerável cita o caso do assassinato do morador de rua Fabiano que foi brutalmente assassinado e solicita uma resposta sobre o crime.

Entenda o caso
Fabio da Conceição Mirada foi espancado na rua Guilhermino Cintra, na madrugada do dia 27 de julho. Ele chegou a ser socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu a gravidades das agrecões e veio a óbito. Não há mais informações sobre o crime nem se foi aberto um processo para investigar o caso.

A entidade solicita das autoridades policiais uma resposta para o que aconteceu, já que até a presente data, a comunidade não tem conhecimento da autoria ou prisão dos suspeitos ou culpados pela barbárie.

Segundo informações, câmeras de uma empresa particular de segurança instaladas em pontos estratégicos do centro da cidade, filmaram o momento em que Fabiano se dirigia para o local onde costumava dormir. Em seguida, quatro pessoas se dirigiram até o local onde a vítima se encontrava e depois retornaram no sentido praça São José.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Ipirá – CDL, estará realizando nesta quarta-feira (08), uma reunião com o Conselho Comunitário de Segurança – CONSEG, Loja Maçônica e as policias Civil e Militar, para debater a questão do vídeo monitoramento do centro de Ipirá, um mecanismo que poderá ser os olhos da segurança publica no combate à criminalidade.

Por Caboronga Notícias com informações da Loja Maçônica

Ipirá notícias

FREE
VIEW