Travesti é presa suspeita esfaquear e arrancar prótese de silicone de outra travesti em Conquista

Uma travesti conhecida como “Priscila Cavalona” foi presa na manhã desta sexta-feira (28), suspeita de esfaquear e arrancar silicone de uma travesti. Segundo informações da Polícia Civil, Willian Gomes da Sillva (Priscila Cavalona), de 24 anos, cobrava tavas semanais para que outras travestis trabalhassem em uma avenida de Vitória da Conquista. Ela também é acusada de injetar silicone industrial em diversas travestis da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, a suspeita utilizou uma faca para tentar matar Alisson Matos Cangaçu, mais conhecida como Talita, em julho deste ano. A vítima recebeu vários golpes de faca e teve uma das próteses de silicone arrancada de um dos seios. Talita sobreviveu à agressão depois que algumas pessoas separaram a briga. Ela foi levada até o Hospital de Base do município.

Outras travestis que também trabalhavam na avenida informaram aos policiais que Priscila tentou matar Talita porque ela não aceitava a cobrança da taxa semanal.

Depois do crime, Priscila fugiu para a casa do namorado, também em Vitória da Conquista. De acordo com o G1, o imóvel em que a suspeita morava aparentava ser um pensionato, no entanto, era utilizado como uma casa de prostituição. Ela foi autuada por tentativa de homicídio e está à disposição da Justiça.

Fonte: Bahia Notícias