Professores da rede municipal de ensino de Ipirá paralisam atividades por 24h a partir desta terça-feira (02)



Demonstrando insatisfação após a retirada de 1,81% da remuneração dos Servidores Públicos Municipais, pelo prefeito Marcelo Brandão (DEM), a APLB comunica que os professores da rede municipal de ensino vão parar suas atividades por 24h nesta terça-feira (02/10), para pressionar a Câmara de Vereadores de Ipirá, pela correção do projeto, conforme comunicação abaixo.

INFORME DA APLB SINDICATO

A APLB Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de Ipirá informa a todos que o Projeto de Lei nº 327 de 15 de agosto 2018 cujo objetivo é a efetivação da revisão geral anual da remuneração dos Servidores Públicos Municipais no percentual de 1,81% não foi para votação na sessão da última terça-feira (25/09/18) pois não contempla o acordo firmado entre os Sindicatos e o prefeito Marcelo Brandão.

O projeto de Lei da maneira como foi enviado à Câmara não garante o pagamento retroativo de maio a setembro, prejudicando os Trabalhadores do município uma vez que estes tiveram perda salarial até a presente data.

Convocamos todos os Trabalhadores da Educação (professores e funcionários) a PARALISAREM SUAS ATIVIDADES POR 24 horas, na próxima TERÇA-FEIRA (02/10) e comparecerem à sessão na Câmara de Vereadores. Esperamos que o projeto seja corrigido e aprovado, sanando os prejuízos causados pela Gestão municipal aos trabalhadores.
Caso necessário, lá mesmo no pátio da prefeitura, deliberaremos os novos rumos do movimento.

NENHUM DIREITO A MENOS!

APLB SINDICATO
SÓ CONQUISTA QUEM LUTA!!!

Por Caboronga Notícias com informações da APLB

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO