Câmara Municipal aprova projeto de lei que viabiliza atuação de Bombeiro Civil em Ipirá



A Câmara de Vereadores de Ipirá aprovou em segunda e última votação, em sessão ordinária realizada nesta terça-feira (11), o Projeto de Lei que vai viabilizar a atuação de Bombeiro Civil, além de fixar as exigências mínimas de segurança para estabelecimentos ou eventos de grande concentração pública em Ipirá. O projeto segue agora para sanção do prefeito.

O PL fixa as exigências mínimas de segurança para o funcionamento de estabelecimentos públicos e privados em áreas de risco e eventos de grande concentração pública como: show, feiras, exposições, eventos culturais e esportivos com aglomeração a partir de mil pessoas.

Destaques de alguns vereadores sobre o projeto

O vereador Deteval Brandão, líder da oposição, reconheceu a importância do trabalho dos Bombeiros Civis e sugeriu liberação de recursos para que executivo municipal possa renumerar esses profissionais que vem ajudando a salvar vidas no município.

Para o vereador André da Saúde, o trabalho dos Bombeiros Civis representa uma economia de custos para o município em comparação com a implantação do Samu em Ipirá, “A eficiência do Bombeiros Civis hoje é invejável, porque todos locais de conflitos, de problemas, os Bombeiros Civis chegam e chaga rápido. O  Samu, só para pagar a equipe de médicos é no minimo R$ 50 mil reais por mês […], frisou o vereador.

Por sua vez, o vereador Laelson Neves parabenizou e reconheceu a importância do trabalho dos Bombeiros Civis no município. No entanto, ele ressaltou a viabilidade que o Samu tem e transferir vitimas em estado grave para outras cidades, e que os Bombeiros Civis têm limitações sobre isso.

Bombeiros Civis de Ipirá

A Associação dos Bombeiros Profissionais Civis de Ipirá (ABOMPROCI) é formada por 28 associados que estão capacitados na área de socorrismo de vítimas de acidentes, combate a incêndio, salvamento em altura e espaço confinado, captura de animais peçonhentos e abelhas.

Atualmente, os Bombeiros Civis de Ipirá atendem a população ipiraense de forma voluntária, ou seja, sem renumeração, e conta com uma parceira com a Prefeitura de Ipirá que através de um convênio lhes cedeu um prédio no Parque de Exposição, onde funciona a base para treinamento dos profissionais. Além disso, a Prefeitura de Ipirá ainda fornece alimentação, combustível para uma ambulância que também foi doada pela prefeitura, material para atendimento as vítimas e equipamentos para os profissionais desenvolverem suas atividades.

Por Ipirá Notícias

 

BAIXE NOSSO APLICATIVO