A Polícia Federal cumpre, na manhã desta sexta-feira (21), dois mandados de busca e apreensão no escritório e em uma empresa do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, responsável pela defesa de Adélio Bispo.

Adélio Bispo esfaqueou o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) em setembro deste ano, quando o capitão reformado na época era candidato ao Palácio do Planalto.

Ao G1, o delegado Rodrigo Morais afirmou que a ação visa identificar quem estaria financiando a defesa do agressor.

Faça parte de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

Compartilhe nas redes sociais!