Era um dia normal na cidade Espírito Santo do Dourado, em Minas Gerais, quando, de repente, os moradores do local se depararam com algo sinistro. O fenômeno ficou conhecido como a “chuva de aranhas”.

No início dessa última semana, ao acordarem pela manhã, olharam para o céu e perceberam algo estranho. Eles tiveram a impressão que havia muitas aranhas caindo do céu. Como isso é possível? Descubra.

A “chuva de aranhas” não era literalmente uma chuva das aracnídeos. A verdade é que se tratava de uma teia de aranha gigante, realmente, muito grande. Apesar do tamanho, os fios eram muito finos. Com a luz do sol, os fios ficavam praticamente invisível de quase todos os pontos de que se olhava. Com isso, muita gente achou que estava chovendo aranhas, e o nome pegou.

A quantidade de aranhas era absurda, e com certeza, deixou muita gente assustada e trancada dentro de casa. Os moradores do local fizeram questão de gravar um vídeo mostrando a dimensão da chuva de aranhas. “Já tinha visto muitas aranhas assim por aqui outras vezes e é assustador”, afirmou João Pedro, um dos moradores.

Veja o vídeo, claro, se você não tiver fobia de aranhas:

Quando o assunto surgiu na mídia, vários especialistas vieram a frente explicar algumas coisas. Em primeiro lugar, essa espécie de aranha tem um veneno quase insignificante para o ser humano. A verdade é que o veneno dela está sendo usado a nosso favor, para remédios que serão usados contra a convulsão.

O motivo pela chuva das aranhas, provavelmente, foi o alto calor e a baixa umidade do ar. Ao se sentirem ameaçadas, quando jovens, costumam se juntar em teias gigantes para obter um número maior de presas e garantir a sobrevivência.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que já está olhando debaixo de tudo com medo de aranhas, aquele abraço.


Compartilhe nas redes sociais!