O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmaram que resgataram o 34º corpo em meio a lama que vazou da barragem Mina do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O número oficial, divulgado na tarde deste sábado (26), ainda não contabiliza os corpos encontrados dentro de um ônibus.

O levantamento revela que 176 pessoas foram resgatadas com vida. Deste total, 23 estão hospitalizadas em hospitais da capital, de Brumadinho, Ibirité, Sarzedo e Betim. Até o momento, 296 pessoas seguem desaparecidas, sendo 166 funcionários da Vale e 13 terceirizados da companhia.

Tragédia, que caminha para tornar-se o maior desastre humanitário do Brasil, aconteceu na última sexta-feira (25) depois que a Mina do Feijão se rompeu e despejou aproximadamente 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro em Brumadinho.