Um homem, de 51 anos, morreu após passar mal durante uma endoscopia em Feira de Santana. O fato ocorreu nesta quarta-feira (13) após procedimento da vítima, o industriário Edilberto Lopes Batista, no Idad – Instituto de Doenças do Aparelho Digestivo.

O caso é investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Feira de Santana. Ao Acorda Cidade, a filha do industriário, Nayla Rocha Batista, disse que acompanhava o pai no exame, quando verificou movimentação intensa de médicos no local.

Segundo Batista, que faz curso técnico de enfermagem, após ter negada permissão para entrar na sala, ela conseguiu entrar e foi dito que o pai tinha sofrido um edema de glote e uma parada cardiorrespiratória, mas que ocorreria melhora. Depois, segundo ela, afirmaram que “não havia mais nada a fazer”.

A filha da vítima ainda contou que após saber do ocorrido, uma ambulância do Samu levou o corpo em uma cadeira de rodas até a residência, no bairro Brasília. Um laudo do Departamento de Política Técnica (DPT) sobre o caso deve sair em até 45 dias. Ainda segundo o site feirense, uma nota do Idad disse que a vítima foi atendida em uma endoscopia digestiva alta, que foi realizada e concluída sem intercorrências, mas só depois, o paciente apresentou um quadro súbito e atípico de parada cardiorrespiratória sem causa aparente.

Fonte: Bahia Notícias

Compartilhe nas redes sociais!