Nas principais artérias do centro da cidade foram montados pontos de monitoramento com a intenção de orientar os motoristas, motociclistas sobre as mudanças no tráfego de veículos, já que a cidade não está ainda totalmente sinalizada.

A princípio se pode observar que as mudanças desafogaram o tráfego e facilitaram a locomoção dos veículos e pedestres. Muito se questionou o porque dos bombeiros civis atuando no ordenamento do trânsito e não uma guarda municipal, já que a ela cabe a função de zelar pela preservação dos bens públicos?

Segundo informações, existe um decreto municipal onde o prefeito autoriza a Associação dos Bombeiros Civis a prestar esse serviço ao município.

Em contato com a nossa redação, o coordenador da 21ª Ciretran de Ipirá nos informou o seguinte:

Não está acontecendo nada com o trânsito, sempre foi do jeito que estamos orientando os condutores e pedestres. O que ocorre é que a grande maioria dos condutores não obedecem a sinalização. A desculpa agora é que não tem sinalização, mas em locais que tem, alguns condutores não respeitam.

Segundo o código brasileiro de trânsito, o agente de trânsito é superior a qualquer sinalização, então, o agente de trânsito na rua substitui a sinalização, no sentido de orientar, e se necessário autuar o condutor que desobedecer a orientação ou ordem dada ao mesmo, todos nós sabemos que o trânsito de IPIRÁ está em processo de municipalização.

A Ciretran, a PM e os Bombeiros civis são parceiros da prefeitura, que já tem uma coordenação municipal de trânsito que é responsável por desenvolver essas ações conjuntas, deixando claro que não é uma ação coordenada pela Ciretran. Somos parceiros e estamos trabalhando para organizar o trânsito de nossa cidade e tenho certeza todos são favoráveis.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ipirá-CDL, nos enviou uma mensagem com o seguinte posicionamento a respeito do Novo Trânsito.

Eu entendo que a municipalização do trânsito é uma necessidade em Ipirá.
Será necessário para todos os envolvidos muita paciência e jogo de cintura para educar e orientar a população em relação às novas regras do trânsito municipal.

Em se falando de comércio, sim, eu acho que faltou lembrarem antes. Mas eu entendo que pode ser uma falha natural do processo e por isso a CDL não medirá esforços para mediar a necessidade de novas regras no trânsito frente as necessidades dos comerciantes principalmente quando falamos de Carga e Descarga.

Portanto, é necessário a doação de todos, inclusive da população para com os órgãos públicos tendo todos nós que exercitarmos a nossa compreensão.

Saliento aqui o ótimo trabalho da Ciretran que todo o tempo esteve aberto ao diálogo com a CDL. E também ao Prefeito Marcelo Brandão que mesmo em cima da hora teve o cuidado de convidar a CDL para o debate.

Em tempo iremos convocar uma reunião com todos os comerciantes com a presença do prefeito para discutirmos mais sobre as novas regras do trânsito municipal.

Além da implantação do Novo Trânsito, a população espera ver em breve a cidade asfaltada e sinalizada para que as mudanças no trânsito aconteçam e que os abusos sejam coibidos.

Ipirá é uma cidade de referência na região e merece ser administrada com carinho pelos seus governantes, deixando de lado as vaidades e interesses pessoais.

Por Caboronga Notícias com imagens da 21ª Ciretran Ipirá

Compartilhe nas redes sociais!