O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, autorizou mandados de buscas e apreensão nas casas de suspeitos de ofenderem integrantes da Corte. Segundo o G1, as ações ocorrem em São Paulo e Alagoas.


Foto: José Cruz/Agência Brasil

A investigação corre em sigilo. A servidora do STF, Cristina Yukiko Kusahara, foi incumbida de organizar, dentro da Corte, os trabalhos da equipe responsável pelo inquérito.

Foram designados para a investigação o delegado federal Alberto Ferreira Neto, chefe da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Fazendários, e o delegado Maurício Martins da Silva, do Departamento de Inteligência da Polícia Civil de São Paulo.

Compartilhe nas redes sociais!
Tag