O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou a revogação da decisão emitida por ele mesmo, que censurou conteúdos da revista Crusoé e do O Antagonista que citavam o presidente da corte, Dias Toffoli.

A decisão foi tomada nesta quinta-feira (18). O ministro pautou inúmeras críticas de juristas, entidades de jornalismo e de ministros do Supremo, entre eles o decano, Celso de Mello, à censura.

O ministro Alexandre de Moraes é o relator de inquérito aberto para apurar fake news, ofensas e ameaças com foco em integrantes do Supremo. Moraes determinou na segunda (15) que fossem retiradas do ar reportagens que faziam menção ao apelido de Toffoli na Odebrecht. A ordem foi dada após um pedido de providências do ministro.

Fonte: Bahia Notícias

Compartilhe nas redes sociais!