O campeonato municipal de futebol amador de Serra Preta não ficou apenas na competição dos gramados. O time da localidade do Macaco, zona rural do município, entrou em campo com uma faixa contra a reforma da previdência.

Segundo o dirigente, Alex Matos, a reforma da previdência vai prejudicar os mais pobres, principalmente o trabalhador da zona rural. Serra Preta é um município de baixa renda, tendo o pequeno comércio, o fundo de participação do município e a aposentadoria rural como principais meios de sobrevivência.

Na reforma da Previdência entregue pelo governo ao Congresso, o governo propôs idade mínima de 60 anos para homens e mulheres na aposentadoria rural. Pela regra atualmente em vigor, a idade mínima para homens é de 60 anos e para mulheres de 55 anos.

Atualmente, o trabalhador rural não precisa contribuir, apenas comprovar a atividade rural. Pela reforma, os trabalhadores rurais vão precisar de pelo menos 20 anos de contribuição.

Fonte: Blog do Mário Ângelo

Compartilhe nas redes sociais!