Um homem com deficiência mental por pouco não causou mais uma tragédia em Ipirá. O fato aconteceu na manhã desta segunda-feira (17), quando funcionários da Fábrica de Calçados Paquetá chegavam para o trabalho e foram surpreendidos pelo homem visivelmente transtornado que queria ter acesso ao pátio da empresa.

Os portões tiveram que ser fechados e a correria foi intensa. Segundo o homem que aparentava estar com um objeto cortante, foi contido por alguns funcionários da empresa e encaminhado para a UPA.

O homem visivelmente transtornado atravessava a rodovia BA 052 e atirava pedras nos veículos que passavam pelo local. Esse mesmo homem identificado por Mó, recentemente tentou agredir funcionários da Secretaria de Assistência Social de Ipirá.

Duas tragédias aconteceram recentemente em Ipirá provocadas por deficientes mentais. Uma confirmada e a outra ainda sob investigação. O CAPS, órgão responsável pelo acompanhamento de pacientes com deficiência mental em Ipirá, está funcionando de forma precária e até então, nenhuma ação concreta foi tomada para impedir que novas tragédias venham a acontecer por falta de atenção e acompanhamento desses pacientes.

Relembre os casos:

Doente mental, mata ambulante a golpe de facão em Ipirá

Homem é assassinado a golpes de foice por deficiente mental em Ipirá

Por Caboronga Notícias com informações via WhatsApp e imagem de divulgação