O cantor que morreu enquanto tocava violão na varanda de casa, na cidade de Lauro de Freitas, teria cochilado na hora do acidente que o vitimou. A informação foi confirmada pelo pai de Edilson Dhio, Manoel dos Santos, nesta sexta-feira (30).

Foto: Reprodução / Facebook

Conforme noticiou o G1, Manoel disse que a queda aconteceu logo depois de um passeio em família à uma praia da região. “Tínhamos chegado da praia. Ele tomou umas três cervejas na praia e fomos para casa. Almoçou todo mundo junto. Só que, em um determinado momento, cada pessoa foi para um cômodo da casa, e ele ficou sozinho na varanda, bebendo cerveja. Não vimos quando aconteceu a queda. Só percebemos depois”, afirmou.

Manoel ainda contou que o próprio Edilson disse ter cochilado quando foi socorrido pela família. “Ele caiu porque dormiu. A queda foi de uma altura de cerca de quatro metros. Quando fomos até a ele, depois da queda, eu perguntei o que tinha acontecido, e ele então disse que cochilou”, completou.

Natural de Vitória da Conquista, a vítima chegou a ser levado para uma unidade hospitalar da região, onde foi medicado e liberado. 

Em um segundo momento, Edilson passou mal, foi conduzido novamente para o hospital e lá foi internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Ele foi diagnosticado com um derrame e traumatismo por conta da queda. 

O cantor e compositor morreu na noite de segunda e foi enterrado na terça-feira (27), no Cemitério Jardim da Saudade, na capital baiana.

Por Bahia Notícias