A possível candidatura do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2022 tem sido uma das pautas mais comentadas dentro da política nacional desde que o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações do petista e confirmou a sua elegibilidade, na quinta-feira (15).

Diante da decisão do STF, o Política ao Vivo conversou com o deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT) para saber dele se a candidatura de Lula pode ter impactos na Bahia. De acordo com o parlamentar, “ainda tem muita água para passar por baixo dessa ponte”.

Foto: Divulgação

“Há dois meses, Lula estava inelegível, agora está com os processos todos anulados, o que não quer que ele esteja absolvido ou condenado. Nós temos que esperar para ver o que vai acontecer nos novos julgamentos dele. Se ele será condenado, se prescreveu. Está muito distante ainda da eleição para nós sabermos até mesmo se ele será candidato, quanto mais para saber se isso vai ter impacto na Bahia”, pontuou Mendonça.

Questionado se acredita que uma possível candidatura do petista pode alterar o jogo político na Bahia, o deputado disse que não. “O Lula que empolgou e encantou o Brasil já não é mais o mesmo Lula de hoje”, disparou.

Por fim, ao ser indagado sobre uma possível migração do PDT para a candidatura de ACM Neto (DEM), a fim garantir palanque a Ciro Gomes no estado, ele afirmou que o partido está na base do governador Rui Costa (PT) e que vai continuar conversando, “agora quando chegar lá para março vamos ver um posicionamento do PDT para 2022”. O deputado finalizou dizendo que “2022 a gente vai tratar em 2022”.

Fonte: Política ao Vivo