Na manhã de desta segunda-feira (13), uma ação rápida da Polícia Rodoviária Federal (PRF) aliviou a aflição de uma mãe que havia noticiado nas redes sociais o desaparecimento do seu filho, uma criança de dois anos.

Foto: divulgação PRF

Segundo a mãe do bebê, a adolescente que levou a criança trabalhava em uma empresa de sua propriedade. A mulher relatou ainda que a atitude da jovem provavelmente teria sido motivada em virtude de um aborto recente que havia sofrido, o qual causou forte abalo emocional.

Os agentes federais entraram em ação após receberem a informação de que nas imediações do Porto Seco Pirajá, bairro da capital baiana, foram visualizadas duas crianças em situação de risco.

Ao chegar na localidade a equipe encontrou a jovem carregando o bebê. Questionada, ela apresentou informações desencontradas, afirmando inicialmente que seria seu filho, relatando ainda ser usuária de drogas.

Cientes das divergências, os PRFs conduziram-na em segurança até o Conselho Tutelar local, onde foi registrada a ocorrência para fins de aplicação das medidas protetivas previstas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A mãe já havia registrado o desaparecimento da criança na delegacia de Polícia Civil local.

COMPARTILHE