Uma mulher de 25 anos pulou do 3º andar de um edifício em Salvador, na Bahia, e sobreviveu com ferimentos. Ela trabalhava como babá no apartamento e disse que tinha sido presa pela patroa. A Polícia informou que ela será investigada por suspeita de agressão contra uma criança. As informações foram divulgadas pelo portal UOL.

Depois da queda, nesta quarta-feira (25), a babá foi para o HGE (Hospital Geral do Estado). Ela está com suspeita de fratura nas pernas e escoriações pelo corpo, mas não corre risco de morte.

As circunstâncias da confusão ainda estão controversas. Segundo a PM (Policia Militar), a patroa disse que a babá teria agredido uma das três crianças que vivem no apartamento. A suspeita será investigada pela Derca (Delegacia Especializada de Repressão a Crime contra Criança e Adolescente).

A babá alega que estava presa desde sábado (21), ainda de acordo com a PM. Ela diz que teria pedido demissão, mas a patroa não teria aceitado e partido para agressões físicas.

“A paciente afirmou ter sofrido agressões e sido confinada em um cômodo da casa, além de ter seu celular retido pela empregadora. Diante da privação de liberdade, ela afirmou que se jogou do terceiro andar”, informou a Polícia Civil.

Outra informação revelada é que a babá era de Itanagra (BA) e trabalhava há pouco mais de uma semana no apartamento. Os nomes dela e da patroa não foram divulgados.

Fonte: Revista Istoé