Uma estudante que não quis ser identificada procurou a redação do Ipirá Notícias para denunciar que uma foto dela está sendo usada indevidamente para denegrir a sua imagem. A estudante relata que o perfil postou fotos de dezenas de homens e mulheres, entre elas menores de idade, todos de Ipirá.

Nas postagens (abaixo), o perfil falso que tem quase 2 mil seguidores no Instagram, expõe fotos das vítimas sob acusação de estarem cometendo adultério e/ou traficando drogas. Em grande parte delas, o perfil da vítima foi identificado na publicação.

A estudante conta que descobriu a existência do perfil no sexta (), depois que outras mulheres expostas entraram em contato com ela na intenção de unir forças para denunciar a página.

Segundo a jovem, várias pessoas denunciaram o perfil para que ele fosse excluído da plataforma. Ela e as demais jovens não sabem quem criou a página.

Outra jovem que também teve sua imagem exposta e prefere não se identificar diz que vai à delegacia para denunciar o caso.