A Polícia Federal indiciou seis pessoas investigadas por invasão de celulares de autoridades. Todas elas haviam sido presas em fases da Operação Spoofing. 

O indiciamento, assinado pelo delegado Luiz Flávio Zampronha, foi enviado à Justiça Federal em Brasília na quarta-feira (18) e significa que a PF concluiu que há indícios suficientes de que eles cometeram os crimes investigados, como formação de organização criminosa e interceptação de comunicação telemática.

Os indiciados são: Walter Delgatti Neto, Gustavo Santos, Danilo Marques, Suelen Priscila de Oliveira, Thiago Eliezer Martins e Luiz Henrique Molição.

Entre as autoridades que tiveram os celulares invadidos, segundo a PF, estão procuradores da Operação Lava Jato e o ministro da Justiça, Sergio Moro.

Para os investigados se tornarem réus e responderem a processo, cabe a Procuradoria da República em Brasília decidir se vai apresentar denúncia sobre o caso.

Fonte: BNews