Categorias Correntina Justiça

‘Maradona’ tem habeas corpus negado e segue afastado de cargo de vereador em Correntina

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Correntina, no extremo oeste baiano, Wesley Campos Aguiar, teve mais um revés na Justiça. Uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) negou um habeas corpus em favor de “Maradona”, como o ex-edil é conhecido. Wesley Campos Aguiar tentava suspender as medidas cautelares que o afastaram da condição não só de presidente da Câmara local como a de vereador.

Foto: Reprodução / Facebook

Segundo o STF, não é competência da Corte se intrometer neste caso de habeas corpus. Assim fica mantida a decisão da Comarca de origem que o mantém afastado. No entendimento do juiz, o retorno de Wesley à Câmara representaria um risco em razão da posição política que Aguiar ainda exerce, já que segundo a denúncia, o vereador afastado foi responsável por comandar as ações dos demais integrantes acusados na Operação Último Tango.

A ação revelou um esquema de fraudes em licitações e contratos, além de desvio de verbas públicas, pagamento de gratificações indevidas a servidores e cobrança de propina de R$ 50 mil ao prefeito, Maguila, para votar projetos de interesse do chefe do executivo local. Maradona e mais quatro vereadores chegaram a ser presos na operação desencadeada no final de outubro de 2017.

Fonte: Bahia Notícias

Publicado em 19 de março de 2020