Foto: Reprodução / Twitter

Sem estrutura para lidar com a pandemia do novo coronavírus, a cidade de Guayaquil, no Equador, recebeu cerca de mil caixões de papelão para enterrar vítimas da Covid-19.

Na última quinta-feira (2), foram divulgados vídeos de cadáveres estendidos pelas ruas da cidade, pela falta de caixões para abrigar os mortos. As doações dos caixões foi feita pela Associação de Papeleiros equatoriana, segundo o site da revista Época.

Os caixões de papelão não respeitam as normas sanitárias do governo equatoriano para o enterro, mas a prefeitura de Guayaquil afirmou, em seu Twitter oficial, que a alternativa “é uma grande ajuda para proporcionar uma sepultura digna aos mortos”.

Guayaquil é o centro econômico do país, e consequentemente o epicentro da pandemia. Até o momento, foram registrados 2.524 casos no local, que resultaram em 126 mortes. O número representa 69% do total de casos em todo o Equador (3.646), e 70% do número de mortes (180).

Vale lembrar que o país já decretou estado de emergência, bloqueou as fronteiras, fechou as escolas, estabeleceu o home office e limitou o tráfego de veículos para tentar conter a doença.

Por Bahia Notícias