Em entrevista ao canal NBC News, o presidente eleito dos EUA, Joe Biden, disse que seu mandato —que começa em 20 de janeiro— não será “uma terceira gestão Obama” devido à conjuntura radicalmente diferente.

“Encaramos um mundo completamente diferente [do de 2009, quando Obama tomou posse]. O presidente Trump mudou o cenário. O ‘America first’ [América em primeiro lugar] virou ‘América sozinha'”, afirmou.

Biden também informou que a transição formal de poder —aprovada ontem, após 16 dias de relutância de Trump e do órgão responsável— já está em curso, e que suas prioridades no início do mandato serão a distribuição da futura vacina contra a Covid-19 e a reabertura das escolas.

O democrata disse ser possível que a vacina comece a ser distribuída antes de sua posse (apenas para os profissionais da saúde, que terão prioridade), e que está “muito preocupado” com as escolas, mas que adaptá-las para reduzir os riscos de contágios seria “o maior gasto que poderíamos ter agora”.

O presidente eleito ainda não falou com Donald Trump, mas seus respectivos chefes de gabinete já travaram contato. “É um começo lento, mas é um começo”, disse.

Fonte: Folhapress